terça-feira, 19 de setembro de 2017

"Educação Financeira: como abordar de modo eficaz na Educação Básica?" com a palestrante Lilian Nasser.

Inscrições no link: https://goo.gl/forms/Mvl1dtxM3q9hyC332
#dálicençaacessível:
 Cartaz da palestra do Projeto Eventos do Programa Dá Licença com o tema "Educação Financeira: como abordar de modo eficaz na Educação Básica?".

A palestrante é Lilian Nasser, do projeto Fundão - UFRJ e a palestra acontecerá às 14 horas do dia 28 de setembro no Campus Gragoatá, bloco G, sala 207.
Texto do cartaz: Um dos objetivos da Educação Básica é formar cidadãos críticos, situando-os no centro do processo de ensino e de aprendizagem, tornando-os aptos a tomar decisões adequadas no seu dia a dia.


A Educação Financeira é parte fundamental dessa formação, com o exemplo familiar de poupança e consumo consciente. No entanto, nem sempre a Matemática Financeira é abordada de forma eficaz na escola, restringindo-se apenas ao cálculo de porcentagens e à aplicação de fórmulas de juros. 

Uma das causas dessa deficiência se deve à formação dos professores, que em geral não são preparados, nos cursos de Licenciatura em Matemática, para abordar a Educação Financeira adequadamente. Com isso, cada vez mais, o cidadão fica vulnerável às armadilhas da mídia, não conseguindo optar pela melhor maneira de efetuar um pagamento. Esta palestra chama atenção para a necessidade de empreender ações no sentido de inserir a Educação Financeira na formação inicial e continuada de professores de Matemática.


segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Inscrições antigas da Babilônia desvendadas

Depois de quase um século de mistério, um grupo de cientistas descobriu a utilidade de uma antiga placa de argila da Babilônia que ostenta inscrições de mais de 3,8 mil anos: trata-se da mais antiga tábua trigonométrica, provavelmente utilizada pelos antigos matemáticos para realizar cálculos na construção de palácios, templos e canais.

De acordo com Daniel Mansfield, um dos líderes do estudo sobre a placa, ela não apenas corresponde à mais antiga tábua trigonométrica do mundo, mas também é a única tábua trigonométrica totalmente precisa, por conta da abordagem babilônica extremamente original da aritmética e da geometria.

Leia mais em: http://ciencia.estadao.com.br/noticias/geral,inscricoes-feitas-na-babilonia-ha-3-7-mil-anos-mudam-historia-da-matematica,70001949533

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Será que é possível equacionar o amor?

Mágica ela não é, mas uma equação matemática que prevê o destino do amor foi criada há mais de 20 anos.
O psicólogo John Gottman queria entender o que há de comum entre casais que dão certo – e entre aqueles que se divorciam. Muitos outros cientistas fizeram isso. Mas Gottman resolveu colaborar com James Murray, um matemático, para descobrir se era possível resumir situações tão complexas em uma só equação.
Eles começaram estudando absolutamente tudo que rola enquanto um casal briga. Os cônjuges eram divididos em duas salas, e os pesquisadores mediam suas expressões faciais, batimentos cardíacos, pressão sanguínea, suor e palavras usadas enquanto descreviam situações recentes que viveram com seus parceiros. Depois, continuavam a monitorá-los enquanto interagiam um com o outro.
Quer saber o que aconteceu? Dá uma olhadinha aqui neste artigo da Super Interessante: http://super.abril.com.br/comportamento/a-matematica-do-amor-e-da-guerra/

sexta-feira, 9 de junho de 2017

FOTOS - Oficina "Curiosidades e passatempos: o outro lado da Matemática"

Confira abaixo as fotos da oficina "Curiosidades e passatempos: o outro lado da Matemática", que ocorreu no dia 07 de junho de 2017, ministrada pelos professores Cecilia Fernanda Saraiva de Oliveira, Cristiane de Mello, Loisi Carla, Luzia da Costa Tonon Martarelli e Marcelo Leonardo dos Santos Rainha, da UNIRIO.
Mais informações sobre o trabalho desenvolvido por eles:https://www.facebook.com/jogosmatunirio/
















Clique nas imagens para ampliar.

domingo, 30 de abril de 2017

Projeto "HQEM - História em Quadrinhos no Ensino de Matemática"

Um grupo de bolsistas do PIBID do curso de Licenciatura em Matemática da UFF vem desenvolvendo um trabalho muito interessante sobre Histórias em Quadrinhos para o Ensino de Matemática, sob orientação do professor Wanderley Rezende, também coordenador do Programa Dá Licença. Recentemente, o grupo criou sua página no Facebook: HQEM - História em Quadrinhos no Ensino de Matemática. Por lá, você poderá acompanhar o trabalho do grupo, além de conteúdo relacionado à "Ensino de Matemática" e "História em Quadrinhos".
Curta e compartilhe com seus amigos, professores e amantes da Matemática: 
HQEM - História em Quadrinhos no Ensino de Matemática.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Você já conhece o site de "Lógica e Matemática" da professora Márcia Martins?

A Marcinha foi do Departamento de Análise da Universidade Federal Fluminense, coordenou o nosso Jornal Dá Licença por muitos anos, com muita dedicação, e até hoje contribui para o nosso projeto sempre que pode.

Ela é autora de dois livros de lógica muito bacanas e recentemente criou uma página sobre Lógica e Matemática para divulgação dos mesmos. Confere lá! Tem algumas questões de lógica pra você exercitar também.

Link: https://marciadasilvamartins.wixsite.com/logica

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

ATENÇÃO ALUNOS DO CURSO DE LICENCIATURA DA UFF

A professora Mônica Souto da Silva Dias pediu para divulgar o projeto "Elaboração de Propostas pedagógicas de Matemática por meio do trabalho colaborativo".
O projeto trata de um trabalho colaborativo que integrará professores de Matemática do Colégio Universitário Geraldo Reis – COLUNI, a autora deste projeto e licenciandos em Matemática, com o objetivo de refletir e problematizar questões do ensino e aprendizagem de matemática e, como consequência deste estudo, elaborar propostas pedagógicas para a superação de dificuldades observadas. Pretende-se elaborar e experimentar uma sequência didática sobre um conteúdo matemático da Educação Básica selecionado a partir de reflexões sobre a prática docente do professor de Matemática do COLUNI. Ressalta-se também a contribuição do projeto para a formação inicial dos licenciandos em Matemática que participarão do projeto.
Quem tiver interesse em participar do projeto deve entrar em contato com a professora pelo e-mail "msoutodias@gmail.com".